Pagamento de Scuts: 5 Maneiras de Como Pagar Scuts (Até em Atraso)

Pagamento de Scuts: 5 Maneiras de Como Pagar Scuts (Até em Atraso)

As SCUTS surgiram em 1997, conhecidas na altura como estradas sem custos para os utilizadores e o com o objetivo de desenvolver as zonas menos favorecidas do pais. No entanto, não durou muito até a ser implementado o pagamento de SCUTS.

São várias as formas de como pagar SCUTS em Portugal. Decidimos então criar uma lista para poder ajudá-lo a encontrar a forma mais apropriada para si de fazer o pagamento, evitando assim as multas que de poucos cêntimos se podem transformar em dezenas ou centenas de euros.

Como o pagamento não é no ato da passagem de uma SCUT, é normal que aconteçam atrasos ou esquecimentos. No entanto, não se preocupe que existem também maneira de as pagar com atraso, evitando multas tão pesadas.

5 Maneiras de realizar o pagamento de Scuts

Maneiras de realizar o pagamento de Scuts

Existem 5 maneiras de realizar o pagamento de SCUTS em Portugal. Pode ser através de um pequeno dispositivo, onde o pagamento é feito de forma automática e imediata, ou através de um balcão dos CTT ou de uma Payshop.

Via Verde

É uma das formas mais simples e rápidas de fazer o pagamento de SCUTS. Através da Via Verde o pagamento é realizado automaticamente, apenas tem que associar uma conta bancária ao contrato do utilizar do identificador.

Pode adquirir o dispositivo de forma online ou num balcão dos CTT, existindo agora vários planos para a compra do aparelho. Podendo comprar o dispositivo por 26,50 euros ou pagar apenas uma taxa mensal quando o utilizar.

Para além de que ainda lhe dá a possibilidade do pagamento das portagens, parques de estacionamento e abastecimento de combustível.

Pré-pagamento

Ao contrário da maneira anterior, esta requer que o pagamento seja feito antes da utilização das SCUTS, onde os valores serão debitados até ao limite do saldo disponível na conta.

O pré-pagamento pode ser efetuado nas lojas CTT, Payshop ou por referência multibanco.

Não se preocupe se não utilizar todo o montante pré-carregado, pois basta cancelar o serviço que o dinheiro remanescente é restituído.

No entanto, para usufruir desta modalidade terá que obter um Dispositivo Eletrónico de Matricula no valor de 32 euros mas está restringido o uso exclusivo ao pagamento de portagens.

 Nos balcões do CTT, após a utilização da via

É uma das maneiras mais utilizadas pelos portugueses que não querem adquirir o dispositivo da Via Verde.

Neste caso, basta se deslocar até uma loja CTT ou Posto dos Correios com NAVe, dar a matrícula do veículo que utilizou as SCUTS e efetuar o respetivo pagamento.

Através do sistema de pagamento Payshop

Semelhante à maneira anterior, mas neste caso desloca-se até a uma loja com o sistema de pagamento “Payshop”, dar a matrícula do veículo que utilizou as o serviço e efetuar o respetivo pagamento.

Concessionária da SCUT

Nesta modalidade, terá que solicitar a uma concessionária da SCUT o fornecimento dos dados de pagamento ou o número que vem incluído num Vale Postal.

No entanto, após a obtenção do número, terá que se deslocar na mesma até a uma loja CTT para efetuar o pagamento.

Como pagar Scuts em atraso?

Como pagar Scuts em atraso

Infelizmente, é bastante comum acontecer atrasos nos pagamentos das SCUTS, ou por esquecimento ou por falta de disponibilidade.

No entanto, é bastante fácil pagar as SCUTS em atraso. Pode fazê-lo através dos site Pagamento de Portagens ou solicitar à concessionários os dados de pagamento da dívida a liquidar.

Ao aceder ao site Pagamento de Portagens basta preencher o formulário com os dados pedidos e será fornecida então uma entidade, referência e o valor em dívida, para o pagamento no Multibanco.

Se achar o método anterior um pouco complicado, poderá sempre contactar diretamente a concessionária.

Serão também fornecidos os dados de pagamento como no método anterior ou um número de notificação a incluir num Vale Postal para pagar presencialmente numa loja CTT.

Após estarem disponíveis no site Pagamento de Portagens, terá 30 dias úteis para efetuar o pagamento das SCUTS. Se não o fizer dento do prazo indicado, a dívida poderá dar origem a um processo de cobrança das Finanças.

As dívidas das portagens são remetidas para a Autoridade Tributária e Aduaneira. Sendo cobrados para além do pagamento das taxas de passagem, os custos administrativos, coimas e juros.

Prazos de pagamentos das Scuts e portagens em Portugal

Prazos de pagamentos das Scuts e portagens em Portugal

Os valores referentes às SCUTS e portagens não ficam disponíveis no momento da passagem. Estando, apenas 48 horas após a sua utilização, disponíveis para consulta no site dos CTT.

Assim que o montante se encontrar disponível, tem até cinco dias úteis após a passagem para efetuar esse mesmo pagamento.

No entanto, se o pagamento das SCUTS não for efetuado nesses cinco dias, as informações relativas às mesmas deixam de estar visível no site dos CTT e passa a estar somente à disposição no site Pagamento de Portagens.

Se isso acontecer, passará a ter 30 dias úteis para efetuar o pagamento das SCUTS. Após isso, a respetiva dívida poderá dar origem a um processo de cobrança nas Finanças.

Multas por falta de pagamento das Scuts

Multas por falta de pagamento das Scuts

O valor das SCUTS são de apenas uns cêntimos, no entanto as multas podem alcançar as dezenas de euros.

Como falado antes no artigo, a falta de pagamento das SCUTS dá origem ao pagamento de uma coima. Posteriormente, caso não seja efetuado o pagamento da coima, um processo cobrança nas Finanças.

O valor mínimo da coima é 7,5 vezes o valor da taxa de portagem devida, nunca podendo ser inferior a 25€ e superior a 4 vezes o valor mínimo da coima, segundo o art. 7.º da Lei n.º 25/2006, de 30 de junho e sucessivas atualizações.

Concluindo o pagamento de SCUTS…

Existem diversas maneiras e formas de como pagar as SCUTS e as portagens em Portugal, estejam elas em dia ou até mesmo em atraso, portanto não tem motivos para deixar chegar ao ponto de uma conta de cêntimos se transformar numa multa de dezenas ou centenas de euros.

Conhece mais alguma maneira de proceder à liquidação dos valores impostos pelas Scuts e pelas portagens? Ou ainda tem alguma dúvida em relação às coimas do pagamento de portagens em atraso?

Seja qual for a sua questão, simplesmente deixe um pequeno comentário neste mesmo artigo, a equipa do Portal KREDITO vai tentar responder o mais rapidamente possível.

Leia também:

Redação Kredito
Portal de apoio ao consumir que compara e ajuda na melhor seleção de créditos.