Simulador de Taxa de Esforço

Simulador de Taxa de Esforço: Calcular com crédito habitação e mais!

Quer saber se pode pedir um determinado crédito através da interpretação da sua taxa de endividamento? Para tal, precisa recorrer a um simulador de Taxa de Esforço, de modo a calcular ao certo a % de dívidas que tem acumuladas até agora.


Compreenda das diferentes taxas de esforço

Acima foi-lhe dado um valor em % da sua taxa de esforço. Esse valor deve ser interpretado. Quanto mais alto for, pior. Então, confira em que escala ele se enquadra e confira o que isso significa para a sua vida financeira.

0 a 30% – Taxa de esforço Saudável

A taxa de esforço saudável é a taxa ideal para nos encontrarmos. Isto porque, significa que a relação de esforço entre os seus rendimentos e cargos mensais está equilibrada.

Assim, permite-lhe que faça novos investimentos de forma sustentável.

No entanto, deverá ponderar sempre novos gastos com cuidado e resguardar a sua poupança.

31% a 60% – Taxa de esforço Preocupante

Apesar de não ser a melhor, esta taxa de esforço é a mais comum para os contribuintes portugueses.

Isto significa que a sua relação entre os rendimentos e as suas despesas podem se encontrar comprometidas se subscrever a um novo crédito. Contudo, ainda concede ter acesso a um novo empréstimo.

Nesta situação, deverá ponderar rever os seus encargos e mensalidades, de modo a reduzir as suas obrigações financeiras e ter alguma liberdade no seu orçamento mensal.

61% a 100% – Taxa de esforço Crítica

Neste caso, a sua taxa de esforço encontra-se em estado crítico.

É importante que reveja o seu orçamento mensal e reduza os encargos financeiros, especialmente os de bens não essenciais.

Assim, irá conseguir um melhor equilíbrio entre as suas despesas e o seu orçamento mensal, de modo a ter uma vida mais descansada.

>100% – Taxa de esforço Insuportável

A sua taxa de esforço está em estado extremamente crítico, o valor das suas despesas supera o valor dos seus rendimentos.

Deverá rever todos os seus encargos financeiros e reduzi-los drasticamente. Pelo menos até conseguir um equilíbrio melhor entre as despesas e orçamento mensal.

Em baixo deixamos ainda algumas dicas para que possa baixar a sua taxa de esforço imediatamente.


Qual é a taxa de esforço máxima para um crédito habitação?

Qual é a taxa de esforço máxima para um crédito habitação

Este simulador de taxa de esforço é essencial se pretende fazer um crédito de habitação ou de outro tipo.

É recomendado que a taxa de esforço seja abaixo dos 30% dos rendimentos do agregado familiar. Desta forma, é quase garantido que a entidade financeira aceitará o financiamento sem problemas.

Se os seus rendimentos se encontrarem acima, deverá considerar rever as suas despesas.

No entanto, para o pedido de outro tipo de crédito, a importância da taxa de esforço mantém-se. Deverá simular a sua taxa com a nova mensalidade e verificar se a taxa não se apresenta com um valor demasiado elevado.

Os bancos dão importância a esta taxa?

A taxa de esforço é essencial para os bancos terem noção do estado do seu rendimento mensal e das suas despesas.

Se esta taxa estiver demasiado alta, não dá confiança à entidade financeira para prestar um novo financiamento.

Todavia, deverá fazer estes cálculos com muita atenção e colocar todos os cêntimos de despesas e ganhos. Isto porque, não só lhe permite saber onde gasta o dinheiro mas também para orientar um plano financeiro pessoal e familiar equilibrado e saudável.

Como posso reduzir imediatamente este valor?

Uma alternativa muito procurada nos últimos anos foi a de consolidação de créditos.

A consolidação dos créditos consiste em juntar todos os seus créditos em apenas um, com umas condições mais benéficas e taxas mais baixas. Com este método, a poupança mensal poderá ser de até 60%.

Contudo, não é só uma maneira de reduzir os gastos mas também permite simplificar o controlo orçamental. Assim, em vez de pagar várias prestações ao longo do mês, fica a pagar apenas uma, sempre na mesma data.

No entanto, poderá optar por outros métodos de ajustar o seu orçamento familiar. Assim, poderá eliminar os gastos desnecessários.

Como ajustar o seu orçamento familiar: renegociar o crédito de habitação, rever as coberturas dos seguros, consolidar os créditos e cortar em despesas não essenciais, ex. ginásio.

A renegociação dos créditos é uma solução também bastante eficaz. Isto porque as entidades financeiras não querem ter os incidentes em incumprimento. Por isso, disponibilizam a opção de renegociar o seu financiamento.

Esta negociação pode incluir:

  • Aumento de prazos; 
  • Redução de taxas de juro; 
  • Solicitação de período de carência. 

Apesar de este não eliminar a necessita de pagamento, permite aliviar o seu orçamento familiar dando tempo e espaço para organizar as suas contas.

Em suma, poderá utilizar este simular de taxa de esforço. No entanto, quanto mais baixa a percentagem, melhor é a sua gestão financeira. Todavia, existem algumas maneiras de fazer com que o valor dessa taxa baixe imediatamente.

Leia também: