Simulador de IRS 2018 a Entregar em 2019: Excel e Online

Simulador de IRS 2018 a Entregar em 2019

Calcular valores a receber ou a pagar ao estado nunca é simples. Existe fórmulas, valores e leis que mudam constantemente, tornando essa tarefa quase impossível. Felizmente, existem soluções online que nos permitem fazer esses cálculos rapidamente, tal como um simulador de IRS de 2018 a entregar em 2019.

Esses programas e folhas de cálculo são feito de acordo com as leis e as taxas atuais, servindo para trabalhadores por conta de outrem ou para trabalhadores independentes.

Tendo em conta dificuldade que eu próprio tive em encontrar um simulador que realmente funcionasse, decidi reunir neste artigo cerca de 4 simuladores online e até mesmo em excel que realmente fazem o que prometem.

Simulador de IRS 2018 a entregar em 2019

simuladores de IRS online e excel

Existem várias versões de simuladores, algumas delas online e outras em Excel. As versões em Excel tem se tornado cada vez mais populares, pois os utilizares podem simplesmente guardar todos os cálculos e até mesmo enviar para os seus clientes.

De qualquer das formas, deixamos abaixo todas as diferentes versões para utilizar agora mesmo.

Simulador IRS 2019 em Excel

A primeira opção que temos em mãos e a mais prática é através de uma folha de excel. Temos uma versão atualizada para 2019 onde precisa apenas substituir os seus rendimentos relativos ao ano anterior.

É normal encontrar algumas dificuldades em preencher todos os campos requisitados, então deixamos abaixo um passo a passo de como utilizar tudo de maneira correta.

Os arquivos estão hospedados no Google Drive, pode fazer o download com confiança.

Simulador do Portal das Finanças

Esta foi a solução que me salvou na minha simulação de 2019, o simulador da Ordem dos Contabilistas Certificados – OCC.

Pode aceder aqui ao simulador que por sua vez é incrivelmente simples. Apenas tem de preencher com todos os seus rendimentos nas diferentes categorias, colocar despesas e faturas. Para facilitar este processo recorra à sua página de autenticação do e-fatura.

A meu ver, o simulador do portal das finanças é o melhor e mais preciso que pode e deve utilizar, mas temos mais algumas alternativas logo abaixo.

Simulador Economias

Em terceiro lugar queria recomendar o simulador do Portal Economias. É apenas uma alternativa ao simulador de IRS de 2018 a entregar em 2019 do Portal das Finanças, pois nem sempre obtive valores precisos com ele.

Apresenta algumas falhas na apresentação dos valores a pagar, mas tendo em conta a limitação de simuladores que temos não deixa de ser uma opção viável a usar.

Simulador de IRS 2018 e 2019 da DECO

Se procura o simulador da DECO, o portal de ajuda e apoio ao consumidor em Portugal, fique sabendo que ele está atualmente encerrado. Pode visitá-lo neste link, mas vai deparar-se com uma página de encerramento.

Recomendamos que recorra às outras alternativas publicadas ao longo deste mesmo artigo do Kredito.

Dicas para obter uma simulação no simulador de IRS 2018 a entregar em 2019

Nunca lhe aconteceu calcular o valor de IRS a pagar e receber algo completamente diferente? Isso aconteceu porque a simulação foi mal feita ou simplesmente porque deixou por preencher alguns campos importantes.

Existem algumas dicas para evitar isso, tais como:

  • Confirme com a contabilidade se tem direito a alguma intenção (1º ano de atividade);
  • Certifique-se que coloca o valor de Retenção na Fonte;
  • Não deixe de preencher todas as despesas gerais e familiares;
  • Confirme através do E-Fatura se submeteu e confirmou todas as faturas;
  • Não deixe escapar nenhum membro do agregado familiar.

Recomendamos sempre que recorra à ajuda de um contabilista de modo a que ele possa confirmar todos os dados preenchidos por si. Caso seja um trabalhador independente essa dica vem reforçada, pois as leis estão a mudar constantemente e os valores a pagar podem variar muito de ano para ano.

Datas limites a respeitar

Existem datas limites às quais deve dar atenção e que deve mesmo respeitar de modo a obter todos os benefícios fiscais possíveis.

O esquecimento dessas datas pode levar à falta de benefícios fiscais e tudo isso sem retorno. Então, confira abaixo todas as datas limites referentes ao ano de 2019:

1 a 15 de marçoEntre 1 a 15 de Março é-lhe disponibilizado todos os montantes das deduções à coleta das suas faturas válidas.
15 a 31 de marçoEntre 15 a 31 de Março pode reclamar dos montantes dessas mesmas faturas, solicitando alterações ou correções das mesmas.
1 de abril a 30 de junhoA partir do dia 1 de Abril pode fazer a entrega da sua declaração de IRS referente ao ano anterior.
Até dia 31 de julhoEnvio da Nota de Liquidação do IRS pela AT.
Até 31 de agostoTem até dia 31 de Agosto para liquidar qualquer valor em dívida relativo ao IRS do ano anterior.

É importante referir que não respeitar essas datas pode dar origem a multas elevadas, principalmente para Empresários em Nome Individual e para Unipessoais.

Os prazos variam de ano para ano, portanto fique atento às datas do IRS de 2020 referente aos ganhos de 2019, pois certamente vão sofrer ajustes.

Gostou ou experimentou algum simulador IRS de 2019 a entregar no ano de 2019?

Leia também:

Redação Kredito
Portal de apoio ao consumir que compara e ajuda na melhor seleção de créditos.